quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Trabalho: ESTRUTURAS DE MERCADO


Faculdade Anhanguera






ESTRUTURAS DE MERCADO
 ECONOMIA




José Sérgio de Castro       RA 3776771992
Juliana de Fátima da Silva       RA 4200061333
Lucas Vinicius da Rocha       RA 4200061339
Moara Maria Cesário       RA 3786741955
Patricia da Silva Morais       RA 3721643377






Santo André/ 2012




Concorrência perfeita

Podemos separar esse sub título em quatro tópicos: mercado atomizado, produtos homogêneos, sem barreiras e transparência do mercado.

·                 Mercado atomizado, grande quantidade de empresas compõem – se como átomos.
·                 Produtos homogêneos, são todos similares
·                  Sem barreiras, sem muitas dificuldades de entrar no mercado
·                 Transparência do mercado, como se fossem empresas S.A, livre acesso as informações das concorrentes.

No mercado de concorrência perfeita os lucros são mais modestos a longo prazo, sem os chamados lucros extras ou extraordinários, e se houvesse logo atrairia mais concorrentes porque o acesso é facilitado, quanto maior a concorrência menores os preços, menores os lucros e por fim menos atraente é esse mercado. O único mercado que se aproxima desses atributos seriam os hortifrutigranjeiros, no mais tende – se a diferenciar – se desse modelo pouco lucrativo.

Monopólio

Este se pré define o oposto da concorrência perfeita, existe somente uma empresa ofertando o produto, serão impostas suas vontades e cabe aos consumidores acatar ou não utilizar desse produto, seria importante destacar que mesmo um mercado monopolizado os preços não podem serem abussivamente altos, ou então a queda no consumo seria muito drástica, afetando diretamente os lucros da empresa, há alguns exemplos de como se formam alguns monopólios.
·                 Monopólio puro ou natural, ocorre quando a empresa tem uma mega estrutura já enraizada e com preços bem acessíveis, gerando assim desinteresse de novas empresas em investir altíssimo em um mercado pouco atraente.
·                 Patentes, enquanto ainda se está no prazo de desfrutar de sua patente a concorrência inessiste.
·                 Controle de matérias primas básicas, onde somente algumas empresas tem acesso ao matéria para a criação do produto final.
·                 Monopólio institucional ou estatal, que são considerados estratégicos ou de segurança nacional ( energia, comunicação e petróleo ), como ocorre no brasil e no mundo.

oligopólio

Estrutura formada por um pequeno grupo de empresas que maximizam os lucros e que dominam a oferta de mercado, geralmente são de grande porte e fixam seus preços a seu desejo e as vezes tem como concorrentes algumas pequenas empresas que se sujeitam as regras impostas pelas grandes.
Maximizar lucros = Mark – up : forma de fixar preços por não prever adequadamente a demanda de seu produto, mas conhecer muito bem seus custos

Concorrência monopolística

Imtermédio entre monopólio e concorrência perfeita, mas não deve ser confundida com oligopólio, veja alguns exemplos:

·                 Número grande de empresas, tem poder de concorrência com segmentos e produtos diferenciados
·                 Margem de manobra para fixação dos preços não muito ampla, quando há produtos substitutos no mercado.

Características estas que dão pequeno poder monopolista sobre preços, mas com mercado competitivo, mas também não há barreiras para novas empresas e quanto aos lucros há certas similaridades com a concorrência perfeita.

Estruturas do mercado de fatores de produção

Definição para mercado de mãos de obra, capital, terra e tecnologia, que também apresentam diferentes estruturas, nele é importante destacar a demanda derivada, funciona paralelo ao mercado de produtos, se o setor de automóveis vai mal, o de autopeças ( derivado ) também vai.

Concorrência perfeita no mercado de fatores

Como o setor de prestação de serviço ( venda de mão de obra ) é amplo e desqualificado, o poder de barganha por parte das empresas é vantajoso pagando valores relativamente baixos.

Monopólio no mercado de fatores

Quando há um monopolista na venda de insumos (mão de obra necessária qualificada para a execussão das tarefas )

Oligopólio no mercado de fatores

Ocorre quando poucas empresas produzem um determinado insumo ( oligopólio na venda de insumo ).

Monopsônio ( monopólio na compra de insumos )

Caso de empresas instaladas em determinada região onde se encontra singular para aquisição de mão de obras em um grande espaço geográfico.

Oligopsônio ( oligopólio na compra de insumos )

Onde há poucos compradores negociando com muitos vendedores

Monopólio bilateral

Ocorre quando um só comprador tem somente um fornecedor também, assim sendo eles se impõem da forma que agradam ambos, um exige preços menores devido a ser o único comprador e vice versa

Grau de concentração econômica no Brasil

Calculo utilizado em cima das quatro maiores empresas de cada ramo, relacionando quanto as quatro faturaram comparado ao total do ramo das mesmas, em porcentagem.

Aplicação : mercado de cimento no Brasil e o enfoque moderno de estrutura de mercado

No enfoque tradicional herdado da década de 50, afirmava que quanto maior a participação de uma firma num segmento maior seria seu poder de mercado ( monopólio ); No enfoque moderno seria sim essa firma um indicador importante, mas não determinante, e caberia a alguns órgãos decidirem se manteriam esse monopólio como fonte saudável para a economia ou se abriria portas para novos concorrentes neste mercado, assim como as empresas de cimento, que as grandes compraram as menores e começavam a se impor, e sofreram represálias do governo quanto as suas vontades, sob ameaça de facilidades de importação para gerar mais concorrência de cimento no país.
Esses atributos cabem ao CADE, conselho administrativo de defesa econômica, instituição governamental encarregada de prevenir abusos econômicos.






  


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário